Kids Songs

Após lerem os livros Hop On Pop, by Dr. Seuss, as crianças do Kinder (6 a 11 anos) conheceram o mundo das rimas em inglês, ampliando o vocabulário e reconhecendo algumas palavras – em sua forma gráfica – ao recorrer à memória buscando vocábulos que já viram escritos por diversas vezes. Começaram a criar hipóteses de rimas e arriscar a escrita de poemas em inglês, aos quais deram voz transformando-os em músicas.

 

 

 

Músicas da Festa de Encerramento 2017 – Significâncias da Natureza

Nossa Festa de Encerramento, “Significâncias da Natureza” 2017, celebra um ano de investigações, descobertas e construções de sentido, relações e conhecimentos. Para cadenciar esse processo, Ale Carmani compôs músicas inéditas para que cada grupo pudesse expressar as investigações que permearam este ano. Dessa forma, as crianças irão apresentar cenicamente os contextos e as linguagens expressivas mais relevantes nesse processo.

Lá vêm os bebês  – Berçário

A lupa – Maternal 1.2 e Grupo 1.4

A semente – Maternal 1.1 e Grupo 1.3

Os elementos – Maternal 2.1 e Grupo 1.1

As estações – Maternal 2.2 e Grupo 1.2

É natural – Grupo 2.3 e Grupo 3.3

Na NaTureZa Há – Grupo 2.4 e Grupo 3.4

No céu – Grupo 2.1 e Grupo 4.2

Sons da Natureza – Grupo 2.2 e 3.1

Predadores e presas – Grupo 3.2

Tudo nasce livre – Grupo 4.1

Planetas – Entregrupos Mayara

Entrelaçada – Entregrupos Aline

Sobe desce – Entregrupos Lisiane

Origem – Entregrupos Renata

Mãe Natureza – Coral

Respeito pela natureza – Coral

 

30 anos de Significâncias: em busca de achadouros

Este é o resultado de tardes de conversa e lembrança, em que as colaboradoras que fizeram e ainda fazem a história deste local de feliz educar puderam reviver momentos que marcaram para sempre suas histórias. Mariela Mei

Comemorando o 33º aniversário do Thema no dia 14 de agosto, compartilhamos com as famílias da escola o livro “30 Anos de Significâncias: em busca de achadouros” escrito por Mariela Mei, mãe da escola, que criou histórias baseadas nas experiências compartilhadas pela equipe do Thema por meio da escuta atenta, não apenas às narrativas, mas com o cuidado de representar as emoções. Cada família da escola pode receber um exemplar na portaria da escola.

Duas crianças conversam na sala:

– O amigo do meu pai teve neném!

– O amigo do seu pai? Homem não pode ter neném.

– É claro que homem pode ter neném! Se ele tiver coração no estômago, ele pode!

Confiram na íntegra: Digital 30anos

Músicas – Festa de Encerramento 2016 – Significâncias

Com o projeto “Significâncias”, nos propusemos ao longo desse ano a rever, junto com as crianças, os sentidos das nossas ações e práticas na escola. Assim, resgatamos os repertórios musicais construídos ao longo dos anos no Thema: os grupos revisitaram os CDs/trilhas sonoras da escola e escolheram as músicas que eram mais significativas para eles.

cds

Para que possam vivenciar as músicas, compartilhamos a trilha sonora da Festa de Encerramento 2016:

Berçário – Tudo acontecendo ao mesmo tempo / CD: Tempo

Maternal 1 – Bolinhas de sabão / CD: Por quê?

Maternal 2 – Curioso / CD: Por quê?

Grupos 1.1 e 1.2 (manhã) – Tintim por Tintim / CD: Por quê?

Grupos 1.3 e 1.4 (tarde) – Variantes do tempo / CD: Por quê?

Grupos 2.1 e 2.2 (manhã) – Porque, porque, porque / CD: Por quê?

Grupos 2.3 e 2.4 (tarde) – Bicho solto (Criança é mesmo assim) / CD: Por quê?

Grupo 3.1 – Ponha seu pé para brincar / CD: Territórios da Infância

Grupo 3.2 – Espaço sideral / CD: Por quê?

Grupo 4.1 – Quando para de brincar / CD: Por quê?

Grupo 4.2 – Esconde-esconde / CD: Territórios da Infância

1º Ano – Fotografia / CD: Tempo

2º Ano – Todo mundo gosta de ficar criança / CD: Territórios da Infância

3º Ano – Estudo e Diversão/Criança / CD: Conviver (recriação)

Boa escuta!

TRILHA SONORA DA FESTA DE ENCERRAMENTO

Maternal 2 Parece simples brincadeira (5)Para que as crianças possam compartilhar com as famílias as músicas da festa que foram criadas com base em ideias, falas e vivências delas diante do tema de nosso projeto anual “Territórios de Infância” pelo músico Alexandre Carmani, disponibilizamos aqui a trilha completa! Bom divertimento!

Berçário 1 e 2 – Professoras Taís e Rafaela – Conte outra vez:

 

Maternal 1 – Professoras Lucilaine e Ana Cláudia – Me dá a sensação:

 

Maternal 2 – Professoras Vaucilene e Jéssica – Parece simples brincadeira:

 

Grupo 1 – Professoras Jaqueline e Milena – Caprichos da Natureza:

 

Grupo 1 – Professoras Roberta e Renata – Ponha o seu pé para brincar:

 

Grupo 1 – Professoras Daniela e Amanda – Esconde-Esconde-Onde:

 

Grupo 2 – Professoras Beatriz e Mayara / manhã – Criança é mesmo assim:

 

Grupo 2 – Professoras Beatriz e Mayara / tarde – Naquele tempo:

 

Grupo 3 – Professoras Lisiane e Aline / manhã – Olha só, Olha aí:

 

Grupo 3 – Professoras Lisiane e Aline / tarde – Marcas:

 

Grupo 4 – Professora Marcela / manhã – Criancice:

 

Grupo 4 – Professora Marcela / tarde – Todo mundo gosta de ficar criança:

 

1º Ano – Professora Melissa – A criança que existe em mim:

 

2º Ano – Professora Ana Paula – Amizade verdadeira:

 

Encerramento com todos os grupos – Gratidão:

 

G2 manhã Criança é mesmo assim (8)G2 manhã Criança é mesmo assim (10)Qual música (3)

MOSTRA PRODUÇÕES DA INFÂNCIA – 26/09

[FACEBOOK]Flyer_Mostra_ProducoesInfancia

*Pedimos aos familiares que venham com roupas que possam sujar, descalços e tragam trocas de roupas, pois passaremos por oficinas de luzes, lama, pintura, colagem e muito mais!

** A Mostra será aberta ao público (não-familiares) numa visita guiada às 10h mediante inscrição prévia por e-mail (encontros@themaeducando.com.br) ou pelo site da escola (http://www.themaeducando.com.br/site/formacao/inscricao.php). Valor: R$ 20,00.

FESTA BRASILEIRA 2015

UMA NOVA FORMA DE CONFRATERNIZAÇÃO ENTRE
FAMÍLIA-ESCOLA E A CULTURA POPULAR BRASILEIRA

“Todas as pessoas grandes foram um dia crianças – mas poucas se lembram disso.”
Antoine de Saint-Exupéry

Prezadas Famílias,

Para a Festa Brasileira, ao invés de pesquisarmos diferentes trilhas sonoras e de ensaiarmos as crianças durante os meses de Maio e Junho para uma apresentação pública (tornando esse evento bastante próximo à Festa de Encerramento) optamos pela presença de um mestre da cultura popular brasileira (que tem vasta experiência em trabalhos e projetos com crianças) para vivenciar diferentes atividades cantadas e dançadas com as crianças, famílias e seus convidados, enfatizando a importância da experiência real (corporal, simbólica, coletiva, criativa) para a compreensão (e vivência) do “devir-criança”. Assim, também teremos a oportunidade de experimentar diferentes formatos de eventos entre família e escola, aumentando nosso repertório, ampliando nossas possibilidades de expressão, comunicação e interação.

Com inspiração no documentário “Tarja Branca” (2014) e nos conceitos do “devir” de Deleuze e Guatarri (1979), repensamos, dentro de nosso projeto anual “Territórios da Infância”, os eventos da nossa Festa Brasileira (13/06) e do intergrupos “O Brincar na Infância” (11/06). Comprometidos com o brincar e com a atmosfera lúdica e afetiva dessa qualidade humana que é a infância (“devir-criança”), optamos, para ambos os eventos, convidar um brincante (figura catalisadora das manifestações populares brasileiras) para trabalhar conosco e proporcionar à criança e suas famílias uma nova maneira de interação com sua cultura, com o coletivo, nunca deixando de desenvolver e valorizar sua individualidade. É pensando na construção da nossa identidade (corporal e, portanto, cultural) que estamos propondo tais iniciativas para esse ano.

Não é a criança que se torna adulto, é o devir-criança que faz uma juventude universal”. (G. Deleuze – F. Guattari, Mil Platôs, 1997a, p. 69).

TiaoO brincante Tião Carvalho e seus músicos estarão conosco no Intergrupos de Junho e em nossa Festa Brasileira, que contará também com a presença de nosso querido músico Alexandre Carmani e a participação de toda a equipe do Thema (com intervenções dos professores de arte).

Tião Carvalho é músico, compositor, cantor, dançarino, ator, brincante, educador e líder comunitário, considerado um Mestre da cultura popular brasileira por deter conhecimentos sobre danças, cantigas, brincadeiras e festividades populares. Atua disseminando estes saberes para diferentes públicos, dentro e fora do país, através de apresentações musicais e workshops que ministra.

Representante das tradições culturais do Maranhão e grande pesquisador dos ritmos brasileiros, foi pioneiro ao trazer o forró para São Paulo, com o trabalho das Bandas Mafuá e Mexe com Tudo nos anos 80, contribuindo muito para popularizar este ritmo, antes restrito ao gosto dos migrantes nordestinos. Fundador do grupo Cupuaçu, do qual é diretor artístico, realiza a festa de Bumba Meu Boi no Morro do Querosene em São Paulo há mais de 30 anos, contribuindo para difundir não só a cultura popular brasileira, mas também valores de cidadania, o que o levou a receber o título de Cidadão Paulistano em 2004.

Todas essas iniciativas buscam proporcionar às nossas crianças e suas famílias momentos de muita alegria, de novas experiências, de aproximação com a cultura popular de nosso país e de trocas riquíssimas com profissionais que carregam, em seus corpos e em sua arte, uma série de reflexões sobre o tema “Territórios da Infância”, sendo eles, verdadeiros brincantes da arte de viver.

Em breve, enviaremos mais detalhes sobre a nossa Festa Brasileira!

Contamos com a participação de todas as famílias para compartilhar conosco esse momento único!

TROCAS DE EXPERIÊNCIAS SOBRE OS NOSSOS TEMPOS DE INFÂNCIA

 “Cresci brincando no chão, entre formigas. De uma infância livre e sem comparamentos. Eu tinha mais comunhão com as coisas do que comparação. Porque se a gente fala a partir de ser criança, a gente faz comunhão: de um orvalho e sua aranha, de uma tarde e suas garças, de um pássaro e sua árvore. Então eu trago das minhas raízes crianceiras a visão comungante e oblíqua das coisas.”

Manoel de Barros

 

trocasO primeiro evento pedagógico da escola “Tempos de Infância” (25/04) inspira-se em nosso projeto anual e gostaríamos de trocar experiências com os familiares para alcançarmos juntos os objetivos da Mostra: vamos abrir nossos olhos e ouvidos, aguçar os sentidos para ressignificar as infâncias – a começar por aquelas que estão presentes dentro de nós?

Quais lembranças marcantes, sejam pequenos “flashs”, episódios ou constâncias/hábitos, guardam da sua infância, que envolvem…

– Sabores?
– Cores?
– Cheiros?
– Sons ou músicas?
– Tatos e texturas?
– Movimentos?

Ou que outras histórias podem compartilhar conosco que dão sentido à sua infância?

Agradecemos a participação, será muito importante para que possamos fazer novos “achados” sobre os espaços e possibilidades que oferecemos às crianças – sem “comparamentos”, mas por meio da múltipla experiência humana!

 

Equipe THEMAeducando