Alimentação na escola

O cardápio da escola é calculado com cuidado e profissionalismo buscando incentivar o bem-estar das crianças e o hábito alimentar saudável e equilibrado, sem extremismos. Novas receitas e preparos são testados ocasionalmente ou por um período de tempo, de acordo com a sazonalidade dos alimentos, para que possamos observar e incrementar as relações que as crianças estabelecem com a alimentação.

A proposta do Thema é manter um cardápio saudável ao longo do ano que sustente o refeitório na sua construção como um ateliê de sabores. Pequenos detalhes são pensados para favorecer o bem-estar, o aprender, as relações e a saúde a partir da alimentação.

O clima do refeitório, os preparativos para as refeições e a participação das crianças nesse cotidiano são questões que renovam as práticas da escola. A alimentação nos conecta com o outro e com nossa consciência, expandindo olhares e experiências. Entre olhares, gestos e encontros, as crianças compartilham diálogos, sabores, preferências, memórias, culturas, saberes. Entre os fatores importantes que nos ligam à nutrição, há o prazer: o prazer derivado do uso dos sentidos, o prazer da descoberta, o prazer da brincadeira e o prazer da companhia que, à mesa, torna-se convivência.

Assim, crianças e educadores compartilham progressivamente saberes e fazeres relacionados à alimentação das crianças, do preparo do ambiente, ao uso dos utensílios, de forma que todo o processo construído diariamente com e pelas crianças constitua um convite à experimentação e a novas relações.

Os processos de participação, construção de autonomia e responsabilidades compartilhadas têm o apoio de materiais como carrinhos na altura das crianças, pratos variados – de plástico e de vidro, talheres com tamanhos diversos acolhendo as necessidades de cada um, opções de decoração, toalhas etc. Preparar a mesa, enfeitá-la, contar e separar os pratos, copos e talheres para o grupo, se servir, retirar o prato da mesa, limpar a mesa, escolher e cortar as frutas são possibilidades que vão sendo conquistadas do Maternal ao Fundamental.

Os horários de alimentação são organizados de maneira que não estejam muitos grupos ao mesmo tempo, eles vão se intercalando para que possam habitar o espaço com tranquilidade e senso de pertencimento. Há um refeitório específico para o Berçário e outro para os grupos a partir do Maternal, este último equipado com ar-condicionado contribuindo com a acústica e temperatura do ambiente.

O cardápio, separado por grupos, permanece disponível na Secretaria, no refeitório e no site da escola, sendo também enviado semanalmente às famílias por WhatsApp para acompanhamento. Temos opções tanto nos lanches como nas refeições que acolham os intolerantes/alérgicos, criando alternativas sem lactose e outros alégenos. Não utilizamos açúcar refinado na escola. Para as preparações, a prioridade é adoçar com a própria fruta, mas no caso dos bolos, utilizamos açúcar mascavo. Para sucos, adoçamos com açúcar demerara apenas os ácidos (limão, maracujá e abacaxi) a partir do Grupo 1, os demais sabores não adoçamos. Para o maternal adoçamos com maçã. A intenção é retirar totalmente o açúcar dos sucos, inclusive nos sucos ácidos, porém gradativamente, ano a ano, conforme as crianças forem seguindo de grupo.

São cinco cardápios diferentes garantindo uma variedade e qualidade de cores e sabores. Segue uma base do cardápio geral:

Lanche – três opções de frutas, suco natural e complemento: pães, tortas, bolos, cookies, pipoca, pães de queijo preparados na escola ou produzidos por parceiros. Os sucos são de frutas frescas. Frutas cítricas auxiliam na absorção do ferro de alimentos de origem vegetal, por isso fazem parte do cardápio semanal.

Refeições – salada, arroz, feijão, legume refogado, carne cozida, assada, ensopada ou grelhada e panela de legumes. As saladas são sempre coloridas, compostas por uma folha ou por legumes (crus ou cozidos). As cores são responsáveis pelas diversas vitaminas e minerais. A batata pode ser substituída por: mandioquinha, cará, mandioca ou batata doce. Vegetais que compõem o cardápio semanal: cenoura, abobrinha, chuchu, vagem, berinjela, beterraba, tomate, brócolis, couve-flor, quiabo, abóbora vermelha e amarela, mandioquinha, batata, alho poró, cebola, alho e mandioca. Folhas: alface, repolho, espinafre, acelga, couve.

Sobremesas – duas opções de frutas. A recomendação diária de frutas é de 3 a 4 porções por dia. No cardápio, as frutas são oferecidas nos lanches (3 a 5 opções), no almoço e jantar (2 opções ou salada de frutas), além de compor os sucos dos lanches.

A alimentação pode ser enviada de casa desde que siga os combinados:

Berçário – somente para este grupo, oferecemos o serviço de preparação do lanche enviado de casa. As frutas podem ser enviadas in natura e preparamos de acordo com a orientação (desde que estejam em boas condições para consumo). Preparamos inclusive os sucos. Para crianças que ficam no período integral, devem ser enviadas frutas suficientes para os dois lanches e sucos, mais a sobremesa do almoço (caso o almoço não seja o contratado do Thema). As refeições dos bebês – quando estão iniciando a alimentação – são preparadas dentro de uma rotina específica de cardápio. Assim que forem introduzidos os alimentos e verificada a aceitação das crianças, eles passam para o cardápio geral, porém, com as restrições adequadas à faixa etária e recomendações dos pediatras. Todos os dias, cozinha-se uma variedade de legumes com folhas, cereais e carnes etc. As refeições de almoço e jantar também podem ser enviadas de casa prontas para o consumo, iremos apenas aquecer e porcionar.

Todos os grupos a partir do Maternal – o lanche de casa deve vir completo e pronto para o consumo (frutas inteiras ou em pedaços grandes no caso de melão, melancia etc., suco pronto para beber e um complemento) seguindo o cardápio do Thema da forma mais próxima possível: não precisa corresponder exatamente aos mesmos itens do dia, mas não deve conter nenhum item que não faça parte do cardápio como um todo. Não fazemos “troca” de alimentos. Destacando que, caso o lanche esteja inapropriado ao consumo, não venha completo ou não esteja de acordo com o cardápio, será oferecido o lanche da escola e contabilizado como avulso. Para almoço e jantar, a contratação é opcional no sentido de realizar a refeição na escola ou não – almoço e janta não podem ser enviados para a escola.

Horários dos lanches e refeições:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *